Cross Selling e Up Selling: Você Já Usou Antes?

Cross Selling e Up Selling: Você Já Usou Antes?

Você já ouviu falar em Cross Selling e Up Sellling? Se isso é grego para você, vamos explicar bem os dois conceitos hoje. 

As duas estratégias são usadas por empresas para aumentar o número de vendas. No entanto, elas trabalham de forma independente. 

A ideia do Cross Selling e do Up Selling é estimular os clientes a comprarem mais produtos, sejam eles versões melhoradas ou então produtos complementares. 

Se você aplicar esse tipo de estratégia de forma correta no seu negócio, pode ter certeza de que suas vendas aumentarão consideravelmente! 

Sendo assim, vamos começar o nosso post de hoje! 

Cross Selling significa sugerir produtos complementares para um cliente. 

Por exemplo, imagine que você tenha uma loja de produtos para academia. O cliente que comprou um suplemento à base de proteína também pode querer uma creatina. Assim, quando ele faz a compra de um, você pode sugerir um suplemento complementar ao produto. 

Você pode não ter percebido, mas muitas empresas usam esse tipo de estratégia. Até mesmo os lugares onde você come! 

Quer um exemplo? McDonald’s e Burger King. 

Quando você compra um sanduíche, paga um valor mais alto do que se levasse o combo, composto também de um refrigerante e de batata frita. 

E assim como todo mundo, você também acaba levando o combo, já que financeiramente acaba compensando mais. 

E O Que É Up Selling? 

O Up Selling não visa oferecer produtos complementares. Na verdade, ele sugere versões melhoradas de um produto para o cliente. 

Porém, você não deve induzir o seu cliente a comprar apenas o produto mais caro. Isso não é trabalhar da forma correta. 

O Up Selling é uma estratégia um pouco mais complexa do que o Cross Selling, porque você precisa ter informações muito específicas a respeito do seu cliente. Afinal, você precisará oferecer um produto específico que atenda suas necessidades. 

No E-commerce, essa prática é bem comum. 

Você provavelmente já comprou algum produto em lojas como Submarino, Amazon ou mesmo Mercado Livre. 

Portanto, deve ter reparado que após a compra, recebeu uma notificação de sugestão de novos produtos em suas versões melhoradas. 

Novamente, o setor alimentício ataca nesse sentido. 

É fácil perceber quando uma rede de lanches usa esse tipo de estratégia. 

Tome como exemplo uma rede como o Burger King. 

Lá, você pode comprar um milkshake por apenas R$10 reais. 

Porém, se você pagar R$1 real a mais, pode levar o maior tamanho. E o que acontece geralmente é que todo mundo acaba comprando o maior produto. 

Um real parece irrelevante. 

Porém, leve em consideração que essas empresas vendem milhões de combos por dia em todo o mundo.  

Se 20 milhões de vendas forem feitas em um dia, são 20 milhões de reais de lucro para a empresa. 

Você também pode usar o Up Selling na sua empresa. Porém, deve pesquisar bastante sobre a sua audiência. 

Antes de utilizar esse tipo de estratégia, você deve saber, por exemplo: 

  • Para quais clientes você pretende usar esse tipo de estratégia? 
  • Você sabe se os seus concorrentes estão usando essas estratégias? Se sim, que tipo de combinações eles estão fazendo e quais estão gerando maior retorno? 
  • Tente observar também quais produtos têm o maior ticket médio. 

Como Eu Posso Aplicar O Cross Selling E O Up Selling? 

cross selling

Existem várias formas de aplicar as duas estratégias. Isso vai variar também de acordo com o seu segmento e com aquele tipo de produto que mais vende na sua empresa. 

Em uma loja de roupa, por exemplo, a empresa pode oferecer camisas mais baratas caso o cliente também leve uma calça que combine. 

Nesse sentido, cabe a você estabelecer seus diferenciais. Por exemplo, parcelar em algumas vezes sem juros. Nesse caso, é muito provável que você consiga um número relevante de vendas. 

Isso se tratando de Cross Selling. 

Se formos pensar em Up Selling, tenha em mente que você precisará fazer uma pesquisa mais aprofundada sobre o seu cliente. 

Afinal, você precisa entender quais são as suas reais necessidades. 

Lembre-se de que a ideia não é empurrar o produto mais caro, e sim buscar resolver a necessidade do seu cliente. 

Nem sempre o produto mais caro é o ideal para ele. Por isso, informações em um banco de dados sobre as tendências dos seus clientes pode salvar a sua pele na hora de adotar esse tipo de estratégia. 

Gostou de saber mais sobre Cross Selling e Up Selling? Então, deixe o seu comentário abaixo e aproveite para compartilhar esse post em suas redes sociais! 

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *