Links Quebrados: Saiba Como Resolver

Links Quebrados: Saiba Como Resolver

No último post, expliquei para você como criar a sua própria estratégia de link building de links quebrados. 

Hoje, daremos continuidade a esse primeiro artigo, mas abordando outros aspectos sobre esse assunto. 

Falaremos sobre algumas estratégias simples que você pode adotar para começar a corrigir os seus próprios links quebrados. 

Embora existam vários critérios de SEO a serem analisados para ranquear bem um site, cada vez mais o Google dá prioridade à experiência do usuário. 

Por isso, um site que carregue mais rápido, seja responsivo e não tenha links quebrados tem grandes chances de conseguir um bom posicionamento no buscador. 

Algumas pesquisas online revelaram que apenas 12% dos usuários que têm uma experiência ruim voltam a comprar no mesmo site. 

Ou seja, a cada 100 pessoas, 88 não voltam mais. Um número grande demais para ser ignorado. 

E um dos aspectos que pode colaborar para que um usuário não volte mais à sua página são os links quebrados. 

Não tem nada mais frustrante do que querer clicar em uma matéria ou acessar um produto e ser redirecionado para uma página inexistente. 

Por isso, falaremos abaixo sobre alguns métodos que você pode começar a adotar para corrigir os links quebrados. Acompanhe abaixo! 

Como Consertar Links Quebrados? 

links quebrados

A primeira coisa que você deve fazer é uma varredura no seu próprio site, a fim de descobrir se ele tem links quebrados e para onde eles estão apontando. 

Infelizmente, não existe uma ferramenta gratuita que possa auxiliar você nesse processo.  

Portanto, se você estiver disposto a pagar, poderá utilizar tanto a MOZ quanto a Ahrefs, uma das melhores ferramentas de marketing digital para análise de backlinks. 

Além de você ver quais são os backlinks apontando para o seu site, o Ahrefs também mostrará para você quais são as páginas com o erro 404. 

Assim que você encontrar as páginas com erro, só precisará fazer a substituição de um link quebrado por outro que esteja ativo. 

Claro que você precisará encontrar o assunto mais próximo possível. E se você estiver linkando para um site externo, lembre-se de manter sempre a qualidade do material que você vai linkar. 

Dessa forma, você pula de um erro 404 para o redirecionamento 301. 

Isso é, você estará mostrando ao Google que aquele conteúdo que tinha antes no link quebrado agora pode ser encontrado em uma página nova, que pode ser tanto do seu próprio site quanto de qualquer outro. 

Além disso, você pode ou fazer esse processo manualmente dentro dos seus textos ou então através de um tipo de programação que pode ser feita dentro do próprio servidor. 

Se você não entende do assunto, não se preocupe. A substituição manual é bem simples. Basta trocar os links dentro do seu editor de texto. 

Google Search Console 

links quebrados

Para fazer esse trabalho de encontrar os links quebrados, você também poderá utilizar o Google Search Console. 

Essa ferramenta é muito útil, e vai ajudar você a monitorar os seus resultados. 

Antes de utilizar a ferramenta, você precisa fazer a verificação do seu site. Basta entrar no link clicando aqui para ter acesso às instruções de como utilizar esse software.  

O programa do Google ajudará você a encontrar os links quebrados através da geração de relatórios 

Ao clicar nos links que o relatório vai gerar, uma pop-up será aberta. 

Assim, você terá acesso às páginas que estão com os erros e ficará muito mais fácil para corrigi-los. 

Caso você não queira investir em uma ferramenta paga, ainda tem a opção de usar uma chamada BrokenLinkCheck.com, que também permitirá a você analisar os links quebrados do seu site. 

Além disso, essa ferramenta permite que você analise até 3 mil páginas sem qualquer custo. Vale muito a pena conferir! 

E se você ainda não leu o artigo sobre como fazer link building de links quebrados, é só clicar aqui para ter acesso e conferir como essa estratégia pode dar um bom upgrade no ranqueamento do seu site! 

Gostou das dicas de hoje? Deixe o seu comentário abaixo, e se você conhecer outra forma de localizar os links quebrados, não deixe de dar a sua sugestão abaixo! 

Aproveite para compartilhar o post em suas redes sociais! 

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *